A Rockwell Automation apresenta o inversor de frequência de média tensão PowerFlex® 6000, em sua nova versão compacta

O inversor de frequência de média tensão PowerFlex® 6000 da Allen-Bradley® agora está disponível em uma versão mais compacta que permitirá economizar espaço valioso em instalações industriais.

Esse novo design funciona de maneira ideal em qualquer oportunidade de modernização, onde a unidade deve se adaptar ao espaço reduzido existente. É amplamente utilizado em aplicações que incluem ventiladores e bombas em indústrias como petróleo e gás, mineração, etc.

Esta nova versão permite que os usuários recebam o inversor de frequência com enrolamentos secundários do transformador de isolação já conectados, reduzindo o tempo de posta em marcha. Além disso, nenhum acesso subsequente é necessário, o que torna a manutenção mais fácil e menos perigosa. 

Como todos os inversores de frequência PowerFlex® 6000, este novo modelo possui recursos de transferência síncrona. Isso permite que os usuários operem um motor continuamente com um controle de velocidade variável ou deem partida e sincronizem vários motores usando apenas um inversor. 

Este novo modelo oferece os mesmos recursos que o modelo anterior, mas em três tamanhos menores. Ajuda a atender ou superar as expectativas técnicas e melhorar a segurança da equipe. O inversor de frequência está disponível em configurações que variam de 2,4 a 4,16 kV e de 0 a 215 A.

PlantPAx® 5.0:
O que há de melhor em Sistemas de Controle Distribuído

Durante o evento Process Solutions User Group (PSUG), Jim Winter, diretor de Negócios de Processos Globais da Rockwell Automation, anunciou o pré-lançamento da nova versão do Sistema de Controle Distribuído PlantPAx® (SDCD), que adota uma abordagem moderna para solucionar os desafios da indústria em cada fase do ciclo de vida da fábrica.

Esta nova versão 5.0 estará disponível no segundo sementre de 2020.

O objetivo é obter ganhos de produtividade em todas as áreas da fábrica com uma abordagem simplificada para controlar as estratégias do sistema com o SDCD 

PlantPAx® 5.0. Nessa versão, a Rockwell Automation apresenta o que há de mais novo em controladores de processos que melhoram a escalabilidade e a integração de skids, além de oferecer uma arquitetura simplificada e de baixo custo, graças ao maior desempenho do controlador. Os objetos de processo integrados de forma nativa ajudam a reduzir os custos de engenharia e a aumentar a consistência nos projetos. Os novos recursos de segurança cibernética e as certificações do sistema garantem uma operação mais segura e protegida.

“Ouvimos uma grande variedade de usuários, incluindo membros do nosso conselho consultivo de clientes, que identificaram os principais problemas que aumentam os custos do seu ciclo de vida”, conta Jim Winter, diretor de Negócios de Processos Globais da Rockwell Automation. “Com o 

PlantPAx® 5.0, expandimos a capacidade da nossa abordagem de SDCD moderno e adicionamos recursos inovadores para oferecer um sistema mais inteligente, de maior desempenho, mais econômico e pronto para o futuro.”

Clientes mais produtivos com os servo-drives

Kinetix® 5100

O novo servo-drive Allen-Bradley® Kinetix® 5100 apresentado pela Rockwell Automation tem diversos modos de controle disponíveis para uma maior variedade de aplicações de controle de movimento de alta velocidade e baixa potência.

O servo-drive pode ser usado com um controlador da família Micro800™, um controlador Logix ou mesmo de forma independente, permitindo que os fabricantes de máquinas escolham como o produto funciona melhor em suas aplicações.

O sistema servo Kinetix® 5100 funciona melhor em máquinas de embalagem pequenas e médias que precisam de um controle de servo econômico. A combinação do servo-drive, do servomotor e do cabo cria uma vantagem competitiva de baixo custo. Do mesmo modo, ela permite que os fabricantes de máquinas selecionem produtos com base nas faixas de potência de uma máquina, possibilitando economia de tempo e esforço e ainda uma entrega mais rápida ao mercado.

Os servo-drives Kinetix® 5100 oferecem uma opção de servocontrole escalável e econômica em uma única linha de produtos. Com uma maior variedade de faixa de potência em comparação com outras alternativas (até 15 kW), os servo-drives Kinetix® 5100 são compatíveis com aplicações controladas por Micro800™, Logix ou de maneira independente, o que satisfaz uma série de requisitos relacionados ao melhor desempenho. O servo-drive possui entradas e saídas padrão, controles de diferentes modos e Ethernet/IP de duas portas com Safe Torque-Off para várias topologias de rede. Projetados para serem versáteis, os servo-drives Kinetix® 5100 permitem selecionar a potência necessária e a capacidade para aplicá-la de modo a atender às necessidades exclusivas para cada aplicação.

Entre suas principais características estão: segurança sem peças ou cabos adicionais com Safe Torque-Off com fiação padrão, 10 entradas digitais (2 podem ser usadas como funções de entrada rápida) e 5 saídas digitais de livre atribuição, uma função de indexação adicionada (com 99 segmentos) que oferece mais comandos de movimento do que outras soluções comparáveis e sem a necessidade de um sistema de controle. Além disso, eles ajudam no ajuste do sistema de controle com recursos de trocas de dados automatcamente e acessam alterações no modo de controle (como velocidade de torque) em tempo real.

a solução digital e de automação
para a indústria de petróleo e gás

Não é mistério algum que o petróleo e o gás natural sejam elementos fundamentais para a vida de milhões de pessoas e que a comercialização destes recursos seja determinante para o desempenho da economia mundial.  Igualmente importante à produção e venda desses recursos é a proteção de todo o investimento feito em torno de um campo petrolífero. E a solução tem nome: Sensia.

Sensia é a primeira fornecedora com expertise petrotécnico e  soluções digitais e de automação completamente integradas para a indústria de petróleo e gás que nasceu da joint venture entre a Rockwell Automation e a Schlumberger. Por que é tão importante que uma empresa pense em adotar essa tecnologia? 

Luis Gamboa, gerente de Desenvolvimento de Mercado Global de Petróleo e Gás da Sensia, destaca o caráter totalmente integrado dessa solução, que permite medir todas as variáveis em campo, controlar as operações, melhorar o controle do processo e ajudar na tarefa de análise de dados para poder otimizar as operações. E se isso não for o bastante, ela aumenta a vida útil dos equipamentos e ativos de produção.

Além disso, a Sensia foi criada para conectar diversos ativos e reduzir os processos manuais por meio de soluções seguras e expansíveis integradas em uma plataforma tecnológica. A Sensia ataca problemas específicos, um por vez, sem que isso resulte em paralisações dispendiosas. 

“Não é preciso parar todo o campo ao implementar soluções em uma área de produção, por isso, otimizamos o desempenho e reduzimos os riscos”, explica Gamboa.